Teatros: os imperdíveis da Avenida Corrientes

Buenos Aires é uma das capitais do mundo com maior agito teatral. Com mais de 200 palcos, os guichês dos teatros portenhos oferecem uma ampla variedade de espetáculos de todos os gêneros concentrados, maiormente, nos teatros da avenida Corrientes.

LEIA MAIS

Teatros: os imperdíveis da Avenida Corrientes

23 de Fevereiro

SHARE:

Buenos Aires é uma das capitais do mundo com maior agito teatral. Com mais de 200 palcos, os guichês dos teatros portenhos oferecem uma ampla variedade de espetáculos de todos os gêneros concentrados, maiormente, nos teatros da avenida Corrientes.

Você pode abordar a mítica avenida Corrientes por algum dos três elementos que a identificam: as livrarias, as pizzarias ou os teatros. Nesta ocasião, convidamos você a conhecer algum dos mais de 200 palcos que proliferam sobre a avenida, também conhecida como “a Broadway portenha”. Sem nada que invejar de Londres ou Nova York, Buenos Aires oferece um amplíssimo leque de obras para todos os gostos.

Das superproduções do circuito comercial, até a vanguarda e a experimentação próprias das inúmeras salas do off ou teatro independente

Quando, a partir das oito da noite as luzes das marquises dos teatros começam a acender-se, o trecho de Corrientes entre Callao e Florida se ilumina e convida a se entregar ao ritmo da noite portenha até depois da madrugada.

O roteiro começa no Paseo La Plaza, em Corrientes, 1660, que é um complexo cultural e comercial que conta com cinco salas de teatro, lojas e diversos bares e restaurantes para escolher. A arquitetura do espaço, que quase se parece com uma cidade em miniatura, se destaca por suas ruazinhas internas sinuosas, suas escadarias labirínticas, seus desníveis, suas pontezinhas e colunas, além de árvores e plantas presentes em toda a estrutura. As cinco salas de teatro oferecem peças sérias de prestigiosos autores e diretores, com elencos de reconhecidos atores do espetáculo local. Além do mais, o lugar conta com outros três espaços –The Cavern, Espacio Colette e Terraza Teatro Bar– dedicados aos shows musicais e às funções de stand-up.

Image title
Paseo La Plaza


Inaugurado em 1960, o teatro San Martín é um dos pulmões culturais da cidade. Se você é um intelectual ou um apaixonado da arte cênica contemporânea, não pode deixar de visitá-lo e anotar diversos horários de obras e projeções. O prédio de estilo contemporâneo racionalista –localizado em Corrientes, 1530– antecipa o selo distintivo moderno de seus títulos. A construção tem uma superfície coberta de 30 mil metros quadrados, em que são distribuídas as diferentes salas, oficinas e camarins. Indo de maior a menor quanto à capacidade de espectadores, os espaços destinados ao teatro são as Salas Martín Coronado, Casacuberta e Cunill Cabanellas. Na sala Leopoldo Lugones são realizados ciclos de cinema independente. O complexo também oferece espetáculos de dança contemporânea e diversos espaços dedicados a exposições de arte.

A dois quarteirões do teatro San Martín, em Corrientes, 1343, se encontra o imponente teatro Metropolitan Citi que, junto com a oferta de seus títulos, sobressai por causa do estilo de sua fachada e interiores art decó com toques racionalistas, que foram restaurados durante o ano 2013. Da calçada da frente, você pode apreciar que o prédio parece um pequeno arranha-céu, porém não por causa de sua altura, mas porque está coroado por uma torre com degraus que culmina em um para-raios. Em suas duas salas são realizadas obras dramáticas, cômicas, infantis e comédias musicais dirigidas e protagonizadas por artistas famosos da cena local.

Atravessando a avenida 9 de Julio e a uns metros do Obelisco, em Corrientes, 960, o teatro El Nacional se destaca como uma das salas portenhas de maior prestígio. Entre seus marcos históricos, em 1933, Carlos Gardel cantou ali por última vez sobre um palco. Reinaugurado no ano 2000, depois que o prédio anterior fora destruído por um incêndio em 1982, El Nacional se destaca, hoje, pela encenação de grandes obras musicais.

O Ópera Allianz é um dos teatros mais belos e luxuosos da cidade. Reinaugurado em várias ocasiões, devido a diversas remodelações, seu definitivo estilo art decó se inspira no Cinema Rex de París. Conta com uma sala com capacidade para 2500 espectadores e um palco pelo qual desfilaram grandes nomes do espetáculo internacional, como Ava Gardner, Edith Piaf e Mina Mazzini, entre outros. Com uma fachada envidraçada imponente e uma luminosa marquise de neon, em Corrientes, 860, o teatro é, hoje, o espaço escolhido por cantores e bandas musicais para apresentarem seus trabalhos ao vivo. Em seu palco também foram interpretados sucessos como Os Miseráveis, Chicago, A Novícia Rebelde, Mamma Mia! e A Família Addams.

Image title
Ópera Allianz


A cortina do teatro Gran Rex é a encarregada de dar as boas-vindas aos mais famosos artistas, tanto locais quanto internacionais, desde 1937. Com uma sala com capacidade para mais de 3200 espectadores, ele é considerado um dos grandes estádios culturais da cidade. Localizado em Corrientes, 857, ele se encontra justo na frente de seu parceiro, o Ópera Allianz, quase como em uma competição. O prédio foi projetado por Alberto Prebisch, o mesmo arquiteto que construiu o Obelisco, e se destaca por seu estilo moderno e racionalista com detalhes sóbrios e elegantes. O desenho da sala principal, disposto em faixas de madeira chapeadas, colocadas uma em cima da outra, se inspira no Radio City de Nova York. Caracteriza-se por oferecer espetáculos musicais de grande convocação.

SHARE:

TAMBÉM LHE SUGERIMOS QUE LEIA ESSES ARTIGOS:


O que está acontecendo em #buenosaires