Arte e mais: onde comer e beber nos museus portenhos

Contemplar, aprender e… comer. Seis museus de Buenos Aires em que a oferta culinária também é digna de ser admirada.

LEIA MAIS

Arte e mais: onde comer e beber nos museus portenhos

16 de Novembro

SHARE:

Contemplar, aprender e… comer. Seis museus de Buenos Aires em que a oferta culinária também é digna de ser admirada.

Em jardins, terraços ou galerias. Com mesas no interior e no exterior. Com propostas culinárias que oferecem desde um sanduíche sofisticado até um perfeito nhoque de beterraba ou uma copa lombo assada.

Cada vez mais, os museus locais tentam seus visitantes com uma boa oferta culinária

Veja, a seguir, um roteiro imperdível:


1- Marcelo Dolce, Malba

Em setembro de 2013, Marcelo Piégari, um reconhecido restaurateur portenho, inaugurou “Marcelo Dolce”, no andar térreo do Museu de Arte Latino-americana de Buenos Aires (o Malba), um dos museus mais bonitos e modernos da cidade. O lugar é amplo e envidraçado –com vista para o parque– e possui um cardápio simples, de inspiração italiana e mediterrânea. Nele há pizzas, saladas diversas, paninis e tramezzinis (sanduíches), além de finos produtos de confeitaria italiana.

INFO: Todos os dias, das 8h às 20h. Figueroa Alcorta, 3415. Palermo





2- Restaurante & bar, Museu Evita

Com mais de dez anos de funcionamento, o restaurante do Museu Evita é um dos mais preparados dentro do ramo. Isso quer dizer que vale a pena visitá-lo, quer você queira percorrer o museu, quer você não queira (embora o museu seja imperdível, com sua exibição dos vestidos de festa de Eva Duarte, lembranças e fotos antigas). Cálido, animado, muda o cardápio de forma sazonal: boa massa, saladas, petiscos e os muito recomendáveis “galletes” (crepes bretões) doces ou salgados, que são preparados em uma barraquinha localizada no bonito pátio do museu, para todo mundo ver.

INFO: De segunda a sábado, das 9h às 24h; aos domingos, das 9h às 19h. Juan María Gutiérrez, 3926. Palermo

Museus Buenos Aires
Museo Evita


3- Café Proa, Fundación Proa

A “Fundación Proa” é um museu de arte localizado em uma Buenos Aires de cartão postal: o cenário formado pela “Vuelta de Rocha”, sobre o “Riachuelo”, com sua ponte, seus barcos cargueiros e suas casinhas de latão coloridas. Dentro do museu, em um espaço branco e minimalista, encontra-se a confeitaria com terraço e vista para a extraordinária paisagem. O cardápio, desenhado pelo chef Lucas Angelillo, inclui sanduíches, finger food (bolinhos de espinafre, pastéis, batatas com guacamole), saladas e pratos principais (carne, peixe). De sobremesa, um doce tropical: carpaccio de manga com granité de maracujá.

INFO: De terça a domingo, das 11h às 19h. Pedro de Mendoza, 1929. La Boca

Museus Buenos Aires
Café Proa





4- Croque Madame, Museu de Artes Decorativas

Uma beleza arquitetônica de valor incalculável. Trata-se do Museu de Artes Decorativas que, no início do século XX, foi a residência de uma família portenha de alta estirpe: os Errazuriz-Alvear. É imprescindível fazer um passeio por seus majestosos salões e quartos, nos quais costuma haver exposições temporárias. E, depois, fazer uma parada no “Croque Madame”, sua confeitaria-restaurante. Com algumas mesinhas no jardim –as mais bonitas– e algumas no interior, constitui um lugar de destaque, graças a seus produtos de confeitaria e aos pratos rápidos: sopas, sanduíches, saladas e croques.

INFO: De segunda a domingo, das 10h às 24h. Libertador, 1902. Palermo

Museus Buenos Aires
Croque Madame


5- Confeitaria, Villa Ocampo

Pelo casarão suburbano da escritora e intelectual Victoria Ocampo passaram vários intelectuais do século XX: de Graham Greene e Le Corbusier até Albert Camus, Jorge Luis Borges, Pablo Neruda e Aldous Huxley. Só por mencionar alguns deles. O lugar, rodeado de frondosos jardins e muito bem mantido, constitui um passeio interessante para o final de semana e fica a poucos quilômetros da capital. Para completar o passeio e se sentir imerso em uma atmosfera de cem anos atrás, é possível beber um chá com docinhos em sua confeitaria, servido nas mesas das belas galerias do casarão.

INFO: De quarta a domingo (e aos feriados), das 12.30h às 19hs. Elortondo, 1811. San Isidro

Museus Buenos Aires
Villa Ocampo





6- Puerto Rivero, Museu Malvinas

Estes são os últimos da lista. Tanto o museu –localizado dentro da antiga ESMA (um centro clandestino de detenção durante a última ditadura militar)– quanto o bar de comidas que se encontra no seu interior foram inaugurados no ano 2014. O museu constitui uma forma de entrar na história argentina recente e, antes ou depois do percurso, é possível fazer uma parada em “Puerto Rivero” para beber uma limonada ou comer um hambúrguer, uns pastéis ou pratos mais suculentos, como polenta ou copa lombo assada, tudo por um preço super conveniente. Fora do horário do almoço são oferecidos gostosos cafés e bolos caseiros.

INFO: De terça a sexta, das 10h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 12h às 20h. Libertador, 8151. Nuñez

SHARE:

TAMBÉM LHE SUGERIMOS QUE LEIA ESSES ARTIGOS:


O que está acontecendo em #buenosaires